Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Fernanda, Michele, Thiago e Rafael exibem os certificados

Quatro alunos fazem parte do primeiro grupo de orientação profissional, criado esse ano pela Associação Amor pra Down, com sede em Balneário Camboriú e Itajaí, para facilitar o acesso ao mercado de trabalho. Apesar da Lei de Cotas para Pessoas com Deficiência, criada em 1991, o mercado ainda é bastante restrito.

Uma vez por semana os alunos do grupo, Thiago Radaveli Vieira, 25, Fernanda de Souza, 20, Rafael Pacher, 21 e Michele Ávila Müller, 23 visitam empresas e testam suas aptidões em várias áreas.

Bruna e Paula Viera, proprietárias do Café Du Centre

A mais recente destas visitas foi à matriz da rede Café du Centre, em Itapema, onde as irmãs proprietárias do bistrô francês, Paula e Bruna Vieira criaram em novembro do ano passado o programa ‘Amor, Espresso Amor’, com objetivo semelhante ao da associação. No Café du Centre, semanalmente uma pessoa com Down é convidada a trabalhar, treinar as habilidades de uma nova profissão e é remunerada e hoje já são 15 pessoas que se revezam nas sextas-feiras através do programa.

Paula e Bruna receberam os alunos da Amor pra Down, acompanhados pelo psicólogo e agente social da Amor pra Down, Luiz Weis, 23. Lá os quatro receberam um curso de introdução a barista que durou quatro horas, ministrado por Silesia Gonçalves Silbert, 45. Eles se revezaram no aprendizado e no final do curso, foram certificados.

“Foi muito bonito. Eles aprenderam tudo rapidinho e ficaram muito felizes em trabalhar. Eles fizeram tudo com alegria, nosso objetivo é mostrar que têm capacidade”, disse Paula Vieira.

Fonte: Página 3