Lili, na cidade.

Balneário Camboriú poderá estar entre as equipes que disputarão a Superliga de Vôlei Feminino, no segundo semestre. Segundo o superintendente da Fundação Municipal de Esportes (FMEBC) David La Barrica há 90% de chance de oficializar o municipio na principal competição do calendário nacional.

A medalhista olímpica Elisângela Almeida de Oliveira (Lili), ex-jogadora da seleção brasileira de vôlei, está interessada em trazer sua equipe (Londrina) para jogar por Balneário Camboriú. O time já tem vaga garantida na Superliga 2018 e mais um ponto positivo, já tem um patrocinador.

Elisângela chegou nesta quarta-feira a Balneário Camboriú, para conhecer a estrutura de ginásios.

Segundo informou o superintendente, se a estrutura for aprovada, no próximo mês a equipe já estará treinando em Balneário, que a partir de outubro, será sede de 11 jogos da Superliga.

“Em termos de visibilidade para Balneário Camboriú será muito importante, porque os jogos são transmitidos pela Rede Globo e pela Sport TV”, disse La Barrica.

Fonte: Página 3