O ITAJAZZ – Grandes Encontros começa nesta terça-feira (7) em Itajaí, com Show Fole Brasileiro, primeiro CD do jovem e premiado acordeonista e compositor Rafael Petry.

Na sua 23ª edição, o ITAJAZZ presta homenagem ao seu idealizador, o músico Arnou De Melo. A Mostra de Jazz e Música Popular e Instrumental Brasileira acontece de 7 a 10 de agosto, a partir das 21 horas, no Centro de Cultura Popular – Mercado Público de Itajaí, com abertura da Banda Itajazz, Show Convidado, e Jam Session. A Entrada Solidária é um quilo de alimento para o Projeto FOME de QUÊ.

Rafael Petry Quarteto é formado por Rafael Petry (acordeon e composições), Arnou De Melo (contrabaixo), Ozeias Rodrigues (guitarra) e Jean Boca (percuteria).

Programação

Na quarta (08), o guitarrista, compositor e produtor musical Ozeias Rodrigues irá apresentar com Mario Jr (bateria) e Duda Cordeiro (contrabaixo), temas autorais e clássicos do jazz.

O Grupo Metal Brasil, com Fidel Piñero (Trompete); Ney Platt (Sax Alto); Felipe Moritz (Sax Tenor/Flauta); Marco Aurélio Martins (Trombone); Cassio Moura (Guitarra); Tiê Pereira (Baixo); e Rodrigo Paiva (Bateria) vem, na quinta (09), de música instrumental brasileira.

O multi-instrumentista Arismar do Espírito Santo e o jovem violonista, guitarrista e compositor, Cainã Cavalcante, trazem temas compostos para cordas, na sexta (10).

O Itajazz

Primeiro evento do gênero em Itajaí e um dos primeiro de Santa Catarina, o Itajazz promove Grandes Encontros. A Banda Itajazz, que fará os shows de abertura da Mostra, preparou um repertório especial para as quatro noites. “Sob a direção musical do Arnou, selecionamos temas que marcaram a trajetória do evento e composições do homenageado. A cada noite um novo repertório num grande encontro de música e amizade”, relata Peninha, coordenador do Itajazz.

A Banda Itajazz formada por Peninha – bateria; Arnou De Melo – contrabaixos; Daniel Montero – violão e guitarra; Evandro Hasse – trompete, trombone, saxofone e flauta; Rubens Azevedo – saxofone e flauta; Willian Goe – percuteria; Giovanni Sagaz – piano; e Louise Lucena – voz, também fará a abertura da tradicional Jam Session, todos os dias a partir das 23 horas. Na sequência o palco fica aberto para os músicos presentes interagirem num festival de técnica e improviso.

Nosso homenageado, Arnou De Melo, é contrabaixista, compositor, arranjador e produtor musical. Formado pelo BIT – Musicians Institute de Los Angeles. É proprietário do Porta Voz Estúdio; Diretor Musical do Itajazz; Professor do Conservatório de Música Popular de Itajaí; e Coordenador do Festival de Música de Itajaí. Referência da música instrumental catarinense, Arnou De Melo completa 50 anos de carreira em 2018.

O ITAJAZZ – Grandes Encontros é patrocinado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura, Fundação Cultural de Itajaí Prefeitura de Itajaí e APM Terminals.

Não haverá cobrança de ingresso, mas estamos solicitando, como entrada, a doação de um quilo de alimento para o Projeto FOME de QUÊ – grupo de solidariedade às pessoas em situação de rua em Itajaí.

 

RAFAEL PETRY QUARTETO – Itajaí

Rafael Petry é acordeonista, pianista, compositor, arranjador e professor de música. Nasceu em Jaraguá do Sul (SC) em 02 de janeiro de 1984 e reside em Itajaí (SC) desde 2007, quando decide formalizar seus estudos musicais no curso de Licenciatura em Música da Universidade do Vale do Itajaí (Univali).

Moço de sorriso farto, Rafael Petry leva alegria, simplicidade, leveza e respeito à música por onde passa. Sem preconceito de gêneros musicais, é um dos músicos mais requisitados da região atuando em diferentes formações e afirmando a versatilidade do acordeon como um instrumento que não precisa estar atrelado a nenhum estilo musical.

Em setembro de 2012 foi premiado no Festival Internacional de Acordeon Roland, sendo classificado pela crítica especializada como o melhor acordeonista do Brasil. Em novembro do mesmo ano ficou entre os dez primeiros colocados no Festival Mundial de Acordeon, na Itália. Além disso, é um dos poucos profissionais autorizados no Brasil a afinar e fazer reparos em acordeons da marca Scandalli.

Realizou quatro turnês pela Europa como solista da Orquestra de Câmara da SCAR (Sociedade Cultura Artística de Jaraguá do Sul) e duas turnês na França como acordeonista do Ricardo Paulleti Trio (Itajaí).

Em fase de produção do seu primeiro disco, intitulado “Fole Brasileiro” o registro pretende apresentar uma linguagem universal em composições que revelam as principais influências do músico. Uma compilação de inspirações trazidas pelas viagens realizadas, pela cultura musical de Jaraguá do Sul, de Itajaí e região e dos músicos acordeonistas que são exemplos em sua trajetória como Bebê Kramer, Toninho Ferragutti, Richard Galliano, Art Van Damme, Bruno Moritz, Dominguinhos, Sivuca e Luiz Gonzaga.

Integram o Rafael Petry Quarteto: Rafael Petry (acordeon), Arnou De Melo (contrabaixo), Ozeias Rodrigues (guitarra) e Jean Boca (percuteria).

Fonte: Página 3