Fotos: Jorge Schröder

A jazida de mármore Corteccia, no interior de Camboriú, recebeu no final de semana um encontro de escultores promovido pelo Instituto Jorge Schröder. O evento foi inédito, levando 17 escultores para um grande ateliê coletivo para execução de obras em uma mina ativa.

Lá os escultores escolheram seus blocos e se dedicaram ao trabalho em quatro dias intensos, criando obras com identidade plástica individual, sem interferências de temas ou limitações de tamanho e forma.

O idealizador do encontro, Jorge Schröder, contou que o evento teve novidades como escultores que tiveram sua primeira experiência com mármore no local e também duas escultoras mulheres do Rio Grande do Sul.

“A visitação de pessoas da comunidade e a participação de duas escolas: Colégio Visão de Camboriú e Escola Prof. Joaquim Magalhães, com aproximadamente 200 alunos, engrandeceu e mostrou a possibilidade de evoluir ainda mais como um evento consolidado”, comentou.

Ele agradeceu o apoio da mineradora e destacou que ações como essa podem contribuir muito para o turismo da cidade de Camboriú. Jorge adiantou que planeja para um futuro breve um evento ainda maior, de repercussão internacional para aquele local.

Veja as fotos:

Fotos: Jorge Schröder